5 buscas no Google que seu aluno faz antes de se inscrever na sua IES

Equipe 5seleto

Você já pensou quantas perguntas você se faz antes de adquirir algum produto ou serviço? Ou melhor: nessa era em que estamos conectados em quase 100% do nosso tempo, quantas buscas no Google você faz antes de comprar algum produto ou contratar um serviço?

Normalmente as pessoas procuram indicações, pesquisam preços, melhores opções, custo benefício, se conseguem algum desconto etc. E as vezes chegamos até a nos perguntar: será que preciso mesmo de tal produto ou serviço. A não ser que você seja um comprador compulsivo, certamente faz dezenas de perguntas antes de comprar, não é mesmo?

No âmbito da sua empresa, alguma vez você já se colocou no lugar do seu cliente mais importante e pensou quais perguntas essa pessoa fez antes de se tornar seu cliente?

Então, esse é o ponto! Chegamos à reflexão mais importante: onde meu futuro cliente vai procurar as respostas para essas perguntas? A resposta é simples: basta se perguntar aonde você procura as respostas para suas perguntas.

    • Você pergunta aos seus amigos?
    • Você procura todas as respostas através de buscas no Google?
    • Você procura especialistas da área?

No mercado educacional, a maioria das Instituições de Ensino consideram como sua principal persona – ou cliente ideal: um estudante, de 18 anos, concluindo o ensino médio, buscando uma boa universidade para começar sua carreira profissional. Se você trabalha em uma IES e esta não é a sua principal persona, com certeza você está em um cenário bem diferente da realidade brasileira (sim, isso é possível).

Mas vamos nos colocar no lugar desta persona: imagine-se sendo um estudante de 18 anos. Onde você iria buscar uma boa instituição para fazer o curso que você quer?

      • Iria perguntar a um amigo no Facebook?
      • Faria alguma busca no Google?

Uma coisa nos arriscamos a dizer: dificilmente você iria procurar em uma revista impressa ou nas “páginas amarelas”!

Faz sentido para você, que sua Instituição de Ensino deve estar presente em todas as buscas que esse aluno fizer no Google? Você reconhece que isso é um grande diferencial para a escolha dele?

Se sua resposta for sim, separe um minutinho para ler o restante deste texto.

Quais buscas no Google seus alunos farão?

Diariamente, são realizadas cerca de 3 bilhões de buscas no Google. Com certeza todos os seus futuros alunos contribuem para essa estatística. Para entender como se relacionar com seu futuro aluno, antes mesmo de saber seu nome, você precisa se colocar no lugar dele.

Com nossa experiência no mercado educacional, já temos uma boa bagagem de perguntas que são comuns por clientes potenciais de instituições de ensino. Veja alguns exemplos e o que você deve fazer para ser encontrado antes de seus concorrentes.

Buscas no Google 1: Por que devo fazer um curso superior?

Essa é uma pergunta básica, porém muito forte. Independente da idade da pessoa, essa é uma pergunta recorrente. A resposta é geralmente: “porque hoje um diploma é fundamental para você se dar bem no mercado de trabalho”.

Mas será que é só por isso mesmo?

O principal motivo para se fazer um curso superior, é adquirir uma grande base de conhecimentos e um diploma para conseguir exercer uma função específica no mercado de trabalho e evoluir sua carreira profissional. Mas a universidade não te dá apenas isso, e talvez esse nem seja o ganho mais importante.

Quando você frequenta uma universidade, você não paga apenas para adquirir conhecimentos, se não você compraria uma enciclopédia e estudaria em casa. Uma universidade proporciona além dos conhecimentos técnicos, desenvolvimento pessoal por meio das relações com outros alunos e professores. O convívio com novas pessoas e o network que você ganha em uma universidade são, provavelmente, o maior retorno que você terá.

Veja o diferencial que você cria para um futuro aluno, quando responde uma dúvida como essa.

Buscas no Google 2: qual curso superior devo fazer?

Imagine um possível aluno procurar esse termo no Google e achar um texto do seu concorrente – como dicas para escolher o curso certo ou 3 passos para escolher o curso certo.

Não é muito comum um adolescente de 18 anos estar convicto de qual curso pretende fazer para seguir uma carreira profissional para o resto da vida. É uma decisão muito importante para se tomar em uma época que normalmente os jovens não estão prontos.

Desenvolvendo um conteúdo que ajude a fazer um futuro aluno refletir qual curso ele realmente quer fazer, inicia um relacionamento deste aluno com sua IES, e acaba até mesmo refletindo na sua taxa de retenção.

Você concorda que menos alunos desistirão de um curso se estiverem totalmente conscientes de sua decisão?

Buscas no Google 3: qual profissão que da dinheiro?

Muitos jovens procuram fazer cursos que mais lhes trarão retorno financeiro. Essa busca é o mesmo que perguntar: se eu me formar em Arquitetura, Engenharia ou Direito vou conseguir ter uma carreira promissora e ganhar dinheiro?

Muitas vezes um aluno gosta de determinada área, pensa em seguir um curso que ele gosta, mas ele acaba não fazendo porque amigos e família o influenciam dizendo que o curso não vai trazer dinheiro. Esse aluno provavelmente vai acabar mudando de curso várias vezes até achar um que o agrade, e talvez nunca irá gostar de seu trabalho, já que pode fazer algo que não gosta.

Nesse ponto sua IES pode transformar a vida de novos alunos. Demonstrando para futuro aluno que, quando ele trabalha com o que gosta, ele tende a se dedicar mais àquela atividade e acaba se diferenciando da maioria dos profissionais. Assim, aumentam as chances de realizarem um serviço de qualidade e de ganhar mais dinheiro.

Então você acabou de demonstrar que qualquer curso pode dar dinheiro. Mas uma forma mais convincente de dizer isso é apresentar casos de ex-alunos do curso “não dá dinheiro” ganhando muito dinheiro! Entendeu?

Buscas no Google 4: qual a melhor faculdade de Engenharia?

E o melhor curso de Direito? De Medicina? De Comunicação? As pessoas sempre estão em busca do melhor. Você imagina um aluno pensando: “vou procurar uma faculdade de Engenharia mais ou menos, porque quero ser um engenheiro mais ou menos”?

Por isso, sua IES precisa ser a primeira quando seu futuro aluno procurar.

Imagine um futuro aluno entrando no seu site após realizar essa busca, e encontrar um conteúdo com todos os diferenciais que sua instituição oferece no curso, a classificação no MEC, depoimentos de alunos que fazem o curso falando porque escolheram ela e de engenheiros bem sucedidos que estudaram lá.

Um belo cartão de visitas, não é mesmo?

Buscas no Google 5: a faculdade X é boa?

Quando um aluno já conhece ou ouviu falar da sua instituição, mas está buscando mais informações para conseguir ter certeza de sua escolha, essa é a hora de você se diferenciar das outras instituições.

É muito comum que os candidatos estejam em dúvida de qual instituição escolher.

É fundamental, portanto, sua IES estar presente neste momento. Um futuro aluno terá muito mais certeza de sua escolha, se ele estiver bem informado. Isso também pode afetar positivamente sua taxa de retenção.

Desenvolver conteúdos específicos para demonstrar os diferenciais da sua faculdade é fundamental para atingir a maior quantidade de alunos possíveis.

O que você está esperando pra ser encontrado no Google?

Pra concluir, se você leu até aqui, está mesmo interessado em se diferenciar das suas concorrentes, eu sugiro um teste. Faça uma pesquisa no Google sobre “marketing no mercado educacional”, se você não nos achar na primeira página, nem precisa entrar no nosso site de novo.

Não demore para começar a se diferenciar num mercado tão concorrido quanto o educacional. Nós já testamos e comprovamos que o Inbound Marketing no mercado educacional traz excelentes resultados. Se quiser saber mais, entre em contato com nossa equipe.

 

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar