E-mail marketing: 5 erros que a sua IES não pode cometer

Equipe 5seleto

Trabalhar e-mail marketing para atrair candidatos ou fidelizar alunos é uma estratégia de sobrevivência para o sucesso de uma campanha de marketing digital em uma Instituição de Ensino.

Eu sei que pode haver algumas dúvidas a respeito desse assunto, afinal, o que é correto ou não de se fazer ao trabalhar e-mail marketing?

Quer descobrir como sua equipe de marketing pode ser mais assertiva com esta ferramenta?

Aqui nesse artigo eu quis listar os 5 erros que não se pode nem pensar em cometer ao trabalhar essa prática, mas que eu ainda vejo muitas Instituição de Ensino errando.

Veja:

1. Não ter uma boa frequência de envio

frequência de e-mail marketing

Imagine só: seu cliente se cadastre na sua lista por alguma razão.

Ele recebe um primeiro e-mail e depois fica meses sem receber nada sobre sua Instituição de Ensino.

Certo dia, depois de meses ele receberá um novo e-mail e provavelmente mal se lembrará de quem você é ou o que sua Instituição tinha a oferecer para ele.

Aí você se pergunta: Quem é essa aí, papai?

Da mesma forma, se você começar a disparar e-mails marketing todo o dia para os candidatos cadastrados eles começarão achar você e sua instituição de ensino muito chatos ou desesperados!

Por isso, procure sempre manter uma boa frequência de envio de e-mail marketing.

Meu conselho pessoal é que você comece com 2 e-mails por semana e analise se está atendendo a demanda.

Com o tempo você poderá melhorar essa frequência analisando os dados da lista.

 

2. Usar títulos fáceis de serem ignorados

títulos de e-mail marketing

Com certeza, seus alunos e candidatos devem receber vários e-mail marketing por dia em suas caixas de entrada.

Muitos com conteúdos irrelevantes para eles naquele momento, não é?

Agora, como fazer seus emails se destacarem nesse mar de emails?

Parece simples, mas comece por criar títulos impossíveis de serem ignorados.

O que eu preciso que você entenda é que o título do seu email marketing pode atrair ou afastar o leitor.

E é por essa razão tenha atenção ao criá-los.

Aqui eu separei 2 dicas essenciais para você criar bons títulos:

  1. Crie títulos claros e diretos – e instigantes;
  2. Deixe o objetivo do e-mail claro no título.

Uma dica adicional que você pode testar também é criar títulos bem curtos – eles se destacam no meio de tantos títulos longos (depois você me conta o resultado).

3. Ofertar muito conteúdo de “conversão” e pouco conteúdo de “nutrição”

material para conversao conversão e-mail marketing

Quando você está vendo algum programa de TV e de repente o apresentador faz uma pausa no conteúdo do seu interesse para fazer uma propaganda, é chato não é?

A sensação é a mesma quando seu aluno ou candidato abre um e-mail “comercial” e ele ainda não está no seu momento de compra.

Por essa razão, tenha cuidado ao disparar conteúdos de conversão, certifique-se de fazer isso apenas para os candidatos que estão preparados para isso.

Então, o que enviar para as demais pessoas?

Envie conteúdos de nutrição com informações do interesse do aluno ou candidato, aqui eu falo mais especificamente sobre isso.

Vale a pena dedicar uns minutinhos para a qualidade dos seus emails.

 

4. Comprar listas prontas

fazer lista para email marketing

Jamais – você está me ouvindo?

Vou repetir: Jamais – compre uma lista pronta de contatos.

Vou te dar 5 motivos simples pra você nem pensar nisso:

  • Aquelas pessoas não autorizaram receber e-mails seus;
  • O nível de interesse delas na sua instituição de ensino pode ser muito baixo;
  • Os níveis de descadastro são altos;
  • As pessoas podem se incomodar por receber conteúdos a qual não demonstraram interesse e marcar você como Spam;
  • Baixíssima segmentação.

 

5. Disparar o mesmo e-mail marketing para toda a base

base para email marketing

Os alunos e candidatos cadastrados em sua base estão em estágios de interesse diferentes.

[blockquote background=”#FAFAFA”]Por exemplo: João está se formando e ainda não decidiu se fará uma pós com vocês, Maria é caloura e tem dúvidas em mexer na plataforma EAD e Felipe ainda irá tentar vestibular. [/blockquote]

Entenda uma coisa:

Cada uma dessas pessoas está em um estágio de interesse, então, nada de enviar o mesmo e-mail marketing para todas elas porque não será eficaz!

Por essa razão, a dica é sempre segmentar sua lista de acordo com as ações das pessoas que ali estão cadastradas e enviar e-mails segmentados de acordo com o interesse delas.

 

Prestou muita atenção nesse top 5 erros que sua instituição de ensino não deve cometer ao trabalhar e-mail marketing?

Quem lê esse conteúdo é ideal para você não errar mais, combinado?

 

Quer saber mais sobre e-mail marketing? Deixe um comentário com suas dúvidas, me deixe ajudar você.
Adoro resultados financeiros

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar