Marketing de Busca para Todos

A internet já faz parte do dia a dia de um grande número de brasileiros, segundo o ibope¹ o número é de 94,2 milhões de usuários. De acordo com o relatório criado pela Webshoppers², o ano de 2012 foi positivo para o mercado B2C online brasileiro. O faturamento do ano foi de R$22,5 bilhões de reais, marcando um crescimento de 20% em relação ao ano de 2011. O número de e-consumidores cresceu em 10,5 milhões de pessoas no período. De acordo com Pedro Guasti, diretor da e-bit³, o crescimento se deu possivelmente devido a ações promocionais promovidas pelas lojas e incremento de vendas de produtos de maior valor agregado. De acordo com o mesmo documento, cerca de 86,1% desses consumidores ficaram satisfeitos com o comércio virtual.

Diante deste grande crescimento da internet no Brasil, e ainda vai crescer muito mais, existe a necessidade para toda e qualquer empresa, de aparecer quando o seu possível cliente pesquisa por seu produto ou serviço. Atualmente, o consumidor é habituado a buscar informações antes de adquirir um produto ou contratar um serviço. Isso em grande maioria acontece nos buscadores, no Brasil é praticamente só o Google. Alguns números mostram o quanto os buscadores são usados:

  • 131 bilhões de pesquisas são feitas mensalmente no mundo todo;
  • 46% das buscas são por serviços ou produtos;
  • 78% do tráfego de sites brasileiros vem através de motores de busca;

Baseado nisso, cada dia mais o Marketing de Busca(Search Engine Marketing), que inclui Links Patrocinados, SEO (Search Engime Optimization) e para mensurar os resultados, Web Analytics, vem crescendo como necessidade das empresas. No Marketing de Busca, o grande e o pequeno podem competir em igualdade, o que vai determinar o sucesso de um outro não é necessariamente a verba investida, mas sim a relevância do trabalho realizado. Estratégias criativas e diferenciadas fazem toda a diferença no sucesso em Marketing de Busca.

Por que investir no Marketing de Busca?

Se você já possui um site, blog ou loja virtual, mas não tem visitantes e/ou seus visitantes não convertem (não comprar seu produto, não entram em contato), talvez seja a hora ideal de investir em SEM, muitas vezes pequenos e médios empresários, criam um site com uma expectativa de sucesso, mas nem sempre acontece da forma que foi esperado, muitas vezes o site não está otimizado para conversão ou mesmo não recebe visitas suficientes para se pagar o investimento. Por isso muitos projetos de website ficam parecendo somente um custo, e são feitos apenas com a obrigação de aparecer na internet, quando na verdade eles tem um verdadeiro potencial de alavancar o negócio.

Para fazer o investimento inicial, não é necessário investir em todas as áreas, há a possibilidade de iniciar em somente uma área do SEM, onde o critério para escolher, seria a necessidade de resultados rápidos ou não, sendo o PPC de retorno imediato e a curto prazo, e o SEO de retorno a médio/longo prazo. Mas o mais importante, é que mudanças estruturais do website irão beneficiar tanto para SEO, quanto para PPC, levando em conta que foram aplicadas as melhores práticas para ambos.

Como posso investir em SEO?

Esta é uma pergunta comum, feita por vários empresários quando ouvem falar de SEO pela primeira vez, eles não sabem ao certo como começar, quem procurar, como funciona a otimização de sites e nem quanto custa. Para começar o investimento em SEO o empresário, pode procurar uma agência especializada em otimização de sites, devido que o trabalho de SEO deve ser constante e a médio/longo prazo, demandando assim tempo e dedicação, para garantir que o sucesso seja alcançado.

É muito importante lembrar, que SEO não se resume a primeira posição do buscador, e sim levar um tráfego qualificado ao website, conseguindo assim atingir o objetivo buscado na campanha. Portanto tente alinhar os objetivos, de forma que sejam claros e possam ser mensurados corretamente com a ferramenta de web analytics.

Como posso investir em links patrocinados?

Atualmente qualquer pessoa pode começar a investir em link patrocinados, basta ter um site, criar uma conta no Google Adwords e seguir o passo a passo que a própria Google disponibiliza em seu website. Mas vale a pena gerenciar você mesmo a campanha?

Quando se é uma pequena ou micro empresa, e você ainda tem algumas horas extras durante o dia, você pode até conseguir manter uma campanha simples no Adwords. Mas talvez não conseguirá extrair o melhor resultado baseado no investimento em questão. Além disso, como o Adwords é uma ferramenta em constante evolução, com o tempo, pode ficar mais difícil para manter o conhecimento da ferramenta, e conseguir também um bom resultado na campanha. Quando se tem um especialista, ou uma empresa especialista, o investimento pode ser maior em virtude de que as empresas geralmente pedem um valor mínimo a ser investido investido, porém com um resultado potencializado, devido a capacidade desses profissionais de gerir a campanha e medir o resultado, focando o investimento nas estratégias que estão dando resultados.

O que é Web Analytics e como ele pode me ajudar?

Segundo a Wikipedia, “Web analytics é o processo de medição, coleta, análise e a produção de relatórios de dados de navegação e interação com o objetivo de entender e otimizar o uso dos sites e páginas na Internet.”[4] portanto é um processo essencial para o sucesso de uma campanha de Marketing de Busca, de nada adianta investir dinheiro, sem saber o resultado desse dinheiro investido. Através dos métodos corretos é possível calcular o ROI (Retorno sobre o investimento) com precisão, de forma que o investimento possa ser otimizado e o sucesso alcançado.

Preciso investir em todas as áreas?

Com uma ação conjunta, seja de SEO ou PPC, com Web Analytics o cliente só tem a ganhar, o que a princípio pode parecer um custo, se torna em um investimento altamente rentável e mensurável, inclusive podendo avançar para previsões de tráfego e ROI, através das ferramentas corretas. Mas para começar, não é necessário investir em tudo de uma vez, pode-se começar por exemplo, só com Google Adwords, onde o resultado é mais rápido, e depois de um tempo passar a investir também no conteúdo e SEO, não ficando tão dependente assim do Adwords.

Por exemplo, pode-se citar o caso da empresa norte americana Simply Business, que junto com a agência Distilled criaram um guia para PMEs utilizarem o Google Analytics, que conseguiu um enorme número de links, um dos muitos fatores de sucesso em uma campanha de SEO. Já nos links patrocinados, mesmo que você não consiga aparecer na primeira posição, ainda há a possibilidade de outras posições, rede de display, e remarketing que quando utilizadas em uma boa estratégia são ótimas fontes de conversão.

Comparado com outras mídias tradicionais, o Marketing de Busca, possui um custo mais acessível para pequenas e médias empresas, sendo que no PPC(Pay per Click) o cliente escolhe a verba que irá investir, podendo controlar esse investimento com extrema precisão.

E você? Também acha que o Marketing de Busca é para todos? Gostaria muito de ver diferentes pontos de vista!

Um abraço e até a próxima.

guia-escrever-bem

[1] http://info.abril.com.br/noticias/internet/brasil-atinge-94-2-milhoes-de-pessoas-conectadas-14122012-32.shl
[2]http://www.webshoppers.com.br/
[3]http://www.ecommercebrasil.com.br/noticias/confira-os-numeros-do-e-commerce-brasileiro-na-27a-edicao-do-relatorio-webshoppers/
[4]http://pt.wikipedia.org/wiki/Web_analytics

 

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar