50+ termos de marketing que todo profissional deve conhecer

Equipe 5seleto

Desenvolvemos um super infográfico com mais de 50 termos de marketing que todo profissional deve conhecer.

Se quer se considerar um especialista em Inbound Marketing, você deve ler esse infográfico!

Conhecendo esses termos você terá muito mais condições de se destacar profissionalmente como um expert e trazer mais resultados para sua empresa.

termos de marketing - infografico

Clique aqui para baixar esse super infográfico GRÁTIS

 

 

 

 

Coloque esse infográfico no seu site

Infográfico criado por 5seleto

 

 

 

 

Gostou desse infográfico? Então compartilhe!

Espero que tenha gostado dos 50+ termos de marketing. Foi bem trabalhoso desenvolvê-lo e sabemos que ele pode ajudar muitas pessoas a entenderem melhor pequenos termos cotidianos de marketing.

 

 

 

50+ termos de marketing que todo profissional deve conhecer

Separamos 50+ termos de marketing para você. Um “dicionário” que todo profissional de marketing deve levar debaixo do braço no seu dia a dia.

AIDA

(Attention/Awareness, Interest, Desire, Action) – Atenção/Consciência, Interesse, Desejo, Ação – Funil da compra.

Esse termo é fundamental para entender a metodologia do Inbound Marketing.

São os quatro passos do consumidor até a compra, considerando desde quando ele ouviu falar do produto até a ação da compra.

  • Atenção/Consciência – O consumidor ouve falar do produto/serviço através de um amigo, de uma propaganda ou outra fonte.
  • Interesse – Após ter o conhecimento, a pessoa passa a ter um certo interesse pelo produto/serviço.
  • Desejo – Esse passo é uma progressão do passo Interesse. A pessoa muda de “seria legal ter isso” para “preciso disso!”.
  • Ação – A pessoa põe o desejo em ação e realiza a compra.

ASP

(Application Service Provider) – Tipo de serviço onde o fornecedor disponibiliza ao cliente toda a estrutura do sistema através da internet.

API

(Application Programming Interface) – Termo da computação que significa um conjunto de regras. Essas regras permitem a uma aplicação extrair informações de um serviço. Podendo usá-las na própria aplicação ou apenas para uma análise de dados.

B2B

(Business-to-Business) – Empresa para Empresa São empresas que vendem produtos/serviços para outras empresas.

B2C

(Business-to-Consumer) – Empresa para Cliente São empresas que vendem produtos/serviços diretamente para os consumidores finais.

BANT

(Budget, Authority, Need, Timeline) – Orçamento, Autoridade, Necessidade, Linha do tempo: São quatro critérios usados por representantes de vendas para qualificar seus clientes em potencial.

  • Orçamento: Determina se o seu cliente pode pagar o que você está vendendo;
  • Autoridade: Determina se o seu cliente tem a autoridade de decidir pela compra;
  • Necessidade: Determina se existe uma necessidade para o que você está vendendo;
  • Linha do tempo: Determina o prazo de implementação.
  • Taxa de rejeição de um Site: Porcentagem de pessoas que entram em uma página e saem sem clicar em nada ou navegar em outra página do site. Uma alta taxa leva a uma taxa de conversão em clientes baixa, pois ninguém está ficando o suficiente no seu site para ler o conteúdo.
  • Taxa de rejeição de um E-mail: A taxa em que um e-mail foi incapaz de ser entregue para a caixa de entrada do destinatário. Uma alta taxa geralmente significa que sua lista está antiga ou contém vários e-mails inválidos.

BR

(Bounce Rate) – Taxa de rejeição: Pode ser tanto para o Website quanto para o E-mail.

CMO

(Chief Marketing Officer) – Diretor de Marketing: É o cargo mais desejado em uma organização de marketing. As qualidades de um CMO devem ir além das habilidades específicas do marketing, devem incluir o desenvolvimento pessoal dos seus liderados, análises quantitativas e pensamentos estratégicos. Veja este ótimo artigo sobre o marketing terceirizado.

CMS

(Content Management System) – Sistema de Gerenciamento de Conteúdo: Uma aplicação web designada para facilitar usuários não técnicos a criar, editar e controlar um website.

Ajudam usuários com a edição de conteúdo e as tarefas mais técnicas, como tornar o conteúdo fácil de ser encontrado por sites de buscas, geração automática de elementos de navegação, entre outros.

Um exemplo de CMS é o WordPress. Veja nesse tutorial de como criar um blog utilizando o WordPress.

CoCA

(Cost of Customer Acquisition) ou CAC(Customer Acquisition Cost) – Custo de Aquisição de Cliente: É o custo total para conseguir um novo cliente. Para calcular são necessários dois passos em um determinado período:

  • Gastos com publicidade, salários, comissões, bônus e sobrecarga;
  • Número de novos consumidores neste período.

Por exemplo, se for gasto R$10.000,00 em vendas e marketing em um mês e foram adquiridos 100 novos clientes, então o CAC foi de R$100,00 neste mês.

COS

(Content Optimization System) – Sistema de Otimização de Conteúdo: É uma ferramenta mais otimizada que a CMS, levando aos clientes a mais personalizada experiência web possível.

Um exemplo de COS é a própria Hubspot. Seu COS possui todas as ferramentas necessárias para um projeto online. Entenda melhor aqui.

CPA

(Cost-per-Action) – Custo-por-Ação: É um modelo de publicidade na internet, onde o anunciante paga por cada ação específica que um usuário realiza, como uma impressão, um clique, uma venda. Pode-se decidir se uma determinada ação é um lead ou uma venda, e assim usar isto para analisar os gastos das ações de marketing desejadas.

CPC

(Cost-per-Click) ou PPC (Pay-per-Click) – Custo-por-click: O valor gasto para ter um anúncio digital clicado. Um modelo de publicidade na internet, onde o anunciante paga (normalmente ao dono do site, a uma mídia social ou uma ferramenta da pesquisa) uma certa quantidade de dinheiro toda vez que seu anúncio é clicado.

CPL

(Cost-per-Lead) – Custo-por-lead: O valor gasto pela organização de marketing para adquirir um lead.

CR

(Conversion Rate) – Taxa de Conversão: Porcentagem de pessoas que completaram uma ação desejada na sua página, como por exemplo o preenchimento de um formulário.  Quanto mais alta a taxa melhor a performance do site.

CRM

(Costumer Relationshop Management) – Gestão de Relacionamento com o Cliente: Conjunto de programas que permitem a empresa a acompanhar tudo o que eles fazem com os seus clientes e potenciais consumidores.

De modo mais simples, um software CRM permite acompanhar todas as informações de contato dos seus clientes. Porém , existem várias outras utilidades, como o rastreio de e-mails, telefones, negócios; envio de e-mails personalizados; agendamento reuniões e consultas; e registro de todas as ocorrências de serviço ao cliente e ao suporte. Alguns sistemas também incorporam as redes sociais.

Veja esse texto que explica melhor o que é um CRM e como ele funciona.

CRO

(Conversion Rate Optimization) – Otimização da Taxa de Conversão: Processo para melhorar a taxa de conversão de usuários em clientes, usando técnicas de design, princípios de otimização chave, e testes. Isso envolve a criação de uma experiência para seus visitantes que irão converte-los em consumidores. Geralmente é mais aplicado em sites ou páginas de destino, mas também pode ser aplicado em mídias sociais, CTAs (calls-to-action), e outras partes do marketing.

CS

S – (Cascading Style Sheets) – Estilos em cascata: Uma linguagem que define o design e apresentação de páginas, como as cores, estilos, fontes, etc. Funciona em conjunto com o HTML, fundamentando o conteúdo da página. “HTML é o esqueleto, CSS são as roupas”.
Com o CSS você pode criar regras de como seu site irá dispor as informações. E a melhor parte é que você pode separar os comandos de estilo, como as fontes e cores, dos comandos de conteúdo, tornando as alterações muito mais simples. São chamados de cascatas pois podemos definir vários tipos de estilo, herdados de um único estilo.

CTA

(Call-to-Action) – (Chamada para ação): Pode ser um texto, um botão, uma imagem, ou qualquer outro tipo de link na web que leva o visitante do site a fazer uma ação no próprio site, como por exemplo, visitar uma página que realize o download de algum conteúdo.
Essa ação pode ser qualquer coisa: realizar o download de um e-book, inscrever para o recebimento de e-mails e informações, gerar um cupom, participar de um evento, etc. Uma CTA pode ser colocada tanto em um website, quanto num e-book, e-mail, post de um blog, etc. Entenda melhor o que é um CTA 

CTR

(Clickthrough Rate) – Taxa de cliques: Porcentagem que seus visitantes avançam de uma parte do seu site para o próximo passo de sua campanha de marketing. Como uma formula matemática, é o número total de cliques que sua página ou CTA recebe, dividido pelo número de oportunidades que o visitante deve clicar, como por exemplo número de vezes que a página foi visualizada, número de e-mails enviados, etc.

DM

(Direct Mail or Direct Message) – E-mail Direto ou Mensagem Direta:

  • E-mail Direto: envio de anúncios publicitários para uma lista de e-mails. Geralmente chamados de lixo eletrônico pelos destinatários. E-mail direto é uma forma duvidosa de investimento para a maioria das empresas;
  • Mensagem Direta: Uma mensagem no Twitter usada para entrar em contato com seus seguidores diretamente e nas mensagens privadas.

DNS

(Domain Name Server) – Domínio do servidor: Um servidor que traduz um endereço web em um ou mais endereços IP.

FB – Facebook:

Aquela coisa que você é viciado. Confira nossa página.

FF

(Follow Friday) – Uma hashtag bastante popular no Twitter em que, toda sexta-feira, você manda um tweet aos seus seguidores recomendando um Twitter que você acha interessante e que outros poderão querer seguir.

GA

(Google Analytics) – Análise estatística do Google: Serviço provido pelo Google que gera estatísticas detalhadas sobre o tráfico de um website e a fonte deste tráfico, mede conversões e vendas. Usado para saber a audiência, traçar o perfil dos consumidores e realizar uma avaliação visual de como os visitantes interagem com a página.

HTML

(Hyper-Text Markup Language) – Linguagem de marcação de hipertexto: Linguagem usada para criar a arquitetura de um site, de páginas de destino e de e-mails. HTML estabelece a estrutura do seu site, desde o título e o primeiro elemento, até o último elemento da página.

IP

Address (Internet Protocol Address) – Protocolo de Endereço da Internet: Uma etiqueta numérica atribuída a cada dispositivo participando de uma rede de computadores que utilizam Protocolos de Internet para se comunicar.

ISP

(Internet Service Provider) – Provedor de Serviços na Internet: Uma organização (comercial ou sem fins lucrativos) que fornece serviços de internet.

KPI

(Key Performance Indicator) – Indicador de Performance Chave: Um tipo de medição de desempenho usado pelas empresas para avaliar o sucesso de seus empregados ou atividades. Com as KPIs podemos rastrear o progresso através dos objetivos de marketing, e é necessário avaliar constantemente sua performance contra as medidas padrões da indústria. Exemplos de KPIs são CAC, fontes de tráfico dos blogs, e número de visitantes. É necessário escolher KPIs que representam como seu marketing e negócio está sendo realizado.

LTV

(Lifetime Value) – Valor total estimado do contrato: Uma projeção do lucro líquido atribuído para todo o relacionamento futuro com o consumidor. Para calcular o LTV, devemos seguir três passos por um determinado tempo:

  • Pega a receita que o cliente lhe pagou neste período;
  • Subtrair da margem bruta;
  • Dividir pela taxa estimada de cancelamento de consumidores.

Por exemplo, se um consumidor lhe paga R$ 100.000 por ano, onde sua margem de receita bruta é 70%, e aquele consumidor pertence a um tipo de consumidor que está previsto um percentual de cancelamento de 16% por ano, então o LTV deste consumido é de R$ 437.500.

LTV:CAC

(Ratio of Lifetime Value to Customer Acquisition Cost) – Relação entre o LTV e o CAC: Uma vez que você tem o LTV e o CAC, podemos calcular a relação entre os dois. Se custa para você R$100.000 para adquirir um consumidor com um LTV de R$437.500, então o seu LTV:CAC é de 4,4 para 1.

MoM

(Month-over-Month) – Mês sobre Mês: Alterações nos níveis expressos em relação ao mês anterior. Comparar a média de qualquer índice que você estiver medindo de um Mês X com um Mês Y, para calcular sua mudança de MoM.
Para calcular a porcentagem de crescimento: número Mês X menos número Mês Y, tudo dividido pelo número Mês X, multiplicado por 100.

MTD

(Month-to-Date) – Mês até hoje: Um período de tempo que começa do início do mês corrente e termina no dia atual.

MRR

(Monthly Recurring Revenue) – Receita mensal recorrente: O valor da receita que um negócio baseado em assinaturas recebe por mês. Incluindo o ganho MRR por contas (novo ganho líquido), ganho MRR pelo aumento de vendas (líquido positivo), perda MRR pela diminuição de vendas (líquido negativo), e perda do MRR por cancelamentos (perda de ganho líquido).

NPS

(Net Promoter Score) – Nível de Fidelidade: Medida do nível de satisfação dos clientes, numa escala de 0 a 10, onde mediria o quanto as pessoas recomendariam a sua empresa para outras pessoas. O NTP é derivado de uma simples pesquisa designada para lhe ajudar a determinar o quão leal os seus clientes são ao seu negócio.

Para calcular a NPS, subtraia a porcentagem de clientes que não recomendariam a sua empresa (descontentes, de 0 a 6) pelo percentual de clientes que recomendariam (promovedores, de 9 a 10).

Determinar regularmente o NPS da sua empresa, lhe permite identificar maneiras de melhorar seus produtos e serviços, e assim aumentar a lealdade dos seus clientes.

PV

(Page View) – Visualizações da página: Um pedido para carregar uma única página na internet. Profissionais de marketing utilizam essa informação para analisar seu site e verificar se alguma mudança na página pode resulta em mais ou menos visualizações.

QoQ

(Quarer- over-Quarter) – Mensurar resultados trimestralmente: Mudanças nos níveis expressos com base no trimestre anterior. Os números de um QoQ são mais precisos que os anuais, e menos preciso que os resultados mensais. Para calcular a taxa de crescimento pegamos o valor do trimestre X menos o valor do trimestre Y, e dividimos tudo pelo valor do trimestre X, multiplicado por 100.

QR

Code (Quick Response Barcode) – Código visual de rápida resposta: Códigos utilizados para realizar marketing online e off-line. Podem ser facilmente escaneados por através de uma foto tirada por um smartphone. As informações codificadas por um QR Code podem incluir textos, uma URL, ou outros tipos de informações.

QTD

(Quarter-to-Date) – Trimestre até hoje: Um período de tempo que começa no início do trimestre corrente e termina no dia atual.

ROI

(Return On Investiment) – Retorno sobre investimento: Uma medida de performance usada para avaliar a eficiência e rentabilidade de um ou vários investimentos.

A formula do ROI é: Ganho com o Investimento menos o Custo do Investimento, ou seja o lucro, dividido pelo Custo do Investimento. O resultado é apresentado como uma porcentagem ou proporção. Se o ROI é negativo, então a iniciativa está perdendo dinheiro. O cálculo pode variar dependendo do que você coloca como ganhos e custos.

Veja como calcular o ROI do Inbound Marketing nesse texto.

RSS

(Rich Site Summary) – Assinatura de um site: Um Feed RSS é um feed que publica informações atualizadas frequentemente.  Quando você se inscreve em uma RSS de um site, você não precisará mais entrar nele para ver novos conteúdos, seu navegador instantaneamente vai monitorar o site e lhe mostrar atualizações em tempo real.

RT

(Retweet) – Repostagem: É uma repostagem de uma postagem feita por um outro usuário do Twitter. Retweets podem ser feitos de duas maneiras:

  1. Pode-se repostar a mensagem inteira clicando no botão “retweet”.
  2. Pode-se postar um novo tweet que inclui a sua própria opinião em adição a informação que você está fazendo o retweet.

Quando você ver “Favor RT” no tweet de alguém, significa que eles estão requisitando que os seguidores façam a repostagem para aumentar seu alcance.

SaaS

(Software-as-a-Service) – Software como um serviço: Qualquer software que é hospedado por outra empresa, e que guarda suas informações na nuvem. Exemplo: Hubspot.

SEO

(Search Engine Optimization) – Otimização da ferramenta de busca: Técnicas que ajudam o seu site a alcançar uma alta classificação em pesquisas orgânicas nos sites de busca. Aumentando a visibilidade do seu site, e assim atingindo mais pessoas que estão procurando pelo seu produto ou serviço.

Existem vários componentes para melhorar o SEO de suas páginas. Ferramentas de pesquisa procuram por elementos como títulos, palavras chave, títulos de imagens, estrutura dos links internos, links de entrada, entre muitos outros. Elas também procuram pela estrutura e design do site, comportamento do visitante, e outros fatores externos para determinar o quão bem classificado o seu site deveria ser no resultado das pesquisas.

Entenda as melhores técnicas de SEO

SLA

(Service Level Agreement) – Acordo de nível de serviço: Uma SLA é um acordo entre as vendas da empresa e os times de marketing, que definem as expectativas que o time de Vendas espera do time de Marketing e vice versa. O Marketing SLA define as expectativas que Vendas tem para o Marketing com relação à quantidade e a qualidade, enquanto Vendas SLA define uma estimativa que Marketing tem para Vendas em quão profundo e frequente Vendas irá promover cada lead qualificado.

SMB

(Small- to-Medium Business) – Pequeno para médio negócio: Normalmente definido para empresas que tem entre 10 e 500 funcionários.

UI

(User Interface) – Interface com o usuário: Um tipo de interação que permite aos usuários controlar um software ou um dispositivo de hardware. Uma boa interface leva a uma boa experiência do usuário permitindo-o interagir com o software ou hardware de maneira intuitiva. Isso inclui o uso de barras de menu, barras de ferramentas, janelas, botões, entre outros.

URL

(Uniform Resource Locator) – Localizador de recursos uniforme: Também conhecido como endereço web, uma URL é uma cadeia de caracteres específica que refere-se a um recurso. A URL fica localizada no topo do navegador, dentro da barra de endereço.

UV

(Unique Visitor) – Visitor único: Uma pessoa que visita uma página mais de uma vez em um período de tempo. Usamos esse termo em contraste com as visitas gerais do site, para rastrear a quantidade de tráfico na página. Se uma única pessoa visita o site 30 vezes, então a página teve um UV apenas e 30 visitas ao site.

UX

(User Experience) ou CX (Costumer Experience) – Experiência do usuário: A experiência global de um cliente com relação a um negócio em particular, desde o descobrimento e conhecimento do produto, todo o processo de interação, compra, uso, e até mesmo a defesa do produto. Para criar uma excelente experiência de usuário, você deve pensar como o cliente, ou melhor, pensar como se você mesmo fosse o cliente.

WOM

(Word-of-Mouth) – Boca a boca: A troca de informações de pessoa a pessoa. Tecnicamente, o termo refere-se à comunicação oral, mas nos dias de hoje ele se refere à comunicação online também. WOM Marketing ou Marketing Boca a Boca não tem custo, mas leva muito trabalho e envolve a alavancagem de vários componentes do Inbound Marketing como o marketing do produto, marketing do conteúdo e marketing nas redes sociais.

YoY

(Year-over-Year) – Ano pós ano: Alterações nos níveis expressos em relação ao ano anterior. YoY incorpora muito mais informações que o MoM ou QoQ, então ele nos leva a uma melhor visão de longo prazo.

Para calcular a porcentagem de crescimento: valor do Ano X menos valor do Ano Y, dividido pelo valor do Ano X, multiplicado por 100.

YTD

(Year-to-Date) – Ano até hoje: Um período de tempo que começa do início do ano corrente e termina no dia atual.

 

Agora você não tem desculpa! Não se preocupe apenas em decorar, você deve entender e aplicar os principais termos de marketing na sua empresa e, principalmente, aliar essa inteligência profissional à uma agência especializada em marketing digital. Em outras palavras, conte conosco!

Quais desses termos você já conhecia?

Quais outros termos de marketing você acha que devem estar nessa lista?

 

Clique aqui para baixar o super infográfico GRÁTIS




Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar