Taxa de Rejeição: O colesterol do seu site

Equipe 5seleto

Taxa de rejeição é um tema recorrente nas nossas reuniões, por isso tive a ideia de escrever este texto sobre a taxa de rejeição do seu site para esclarecer alguns pontos e te dar algumas recomendações valiosas.

Gosto de fazer a analogia da taxa de rejeição com o colesterol, pois ambos indicam nível de qualidade. O colesterol é um tipo de gordura presente nas células do corpo humano que pode ser medido como indicador. Ter certos nível de colesterol ruim no sangue aumenta o risco a graves doenças cardiovasculares, por isso, é importante que este indicador de saúde do seu organismo esteja equilibrado.

A mesma coisa acontece com a taxa de rejeição, a “saúde” do seu site estará em sérios riscos quando os níveis de rejeição estiverem altos. Então eu posso te fazer a seguinte afirmação:

Altos níveis de taxa de rejeição afetam diretamente no seu bolso!

 

O que é taxa de rejeição? Pelo amor de Deus!

Taxa de rejeição é a porcentagem de visitantes que saem do seu site pela página que estrou. Em outras palavras, a taxa de rejeição representa o número de visitantes que entram no site e saem sem visitar outras páginas do seu site. A pessoa entrou no site e não realizou nenhuma ação. Não clicou em nada, não entrou em nenhuma outra página no seu site. Ou seja, é uma visita perdida. E talvez até um cliente perdido.

A taxa de rejeição importa tanto assim?!

O que você espera de um visitante? Provavelmente você espera que ele navegue pelo seu site, entenda o conteúdo que você está entregando, avalie se o que você está oferecendo é certo para ele, e então se torne um lead, e quem sabe um cliente. Mais ou menos isso né?!

Mas se o visitante rejeita a página do seu site que ele entrou, saindo sem realizar nenhuma ação, isso pode significar:

    1. Ele não achou o que ele estava procurando
    2. A página estava muito difícil de navegar
    3. Você entregou o ouro sem ter ganho nada em troca

É importante saber também que a taxa de rejeição pesa no ranqueamento do Google. Como assim?! O Google entende que sites com baixa taxa de rejeição possuem conteúdos com melhor qualidade, pois são sites que engajam mais os visitantes. Então ele utiliza a taxa de rejeição nos resultados de busca. E assim sites com baixa taxa de rejeição têm melhores resultados nas buscas.

Como eu posso medir a taxa de rejeição do meu site?

Para saber as taxas de rejeição, você deve utilizar uma ferramenta de análise. A ferramenta mais recomendada é o Google Analytics, que você provavelmente já deve estar usando para medir os números do seu site. É bastante simples!

Existe uma dúvida comum, que é a diferença entre a taxa de rejeição e a taxa de saída. A taxa de saída é a porcentagem em que certa página específica foi a última da sessão/navegação. Ou seja, se uma pessoa navegou por 3 páginas do seu site, a última página visitada terá um aumento na taxa de saída. Você pode dar uma olhada nesse texto do google analytics para entender melhor: Taxa de saída x taxa de rejeição. Mas o mais importante é que entendendo como diminuir a taxa de rejeição, você diminuirá a taxa de saída.

Qual a taxa de rejeição média do mercado?

Boa pergunta. Pesquisamos muito para mostrar para vocês uma referência que você pode usar para saber se sua taxa de rejeição é boa ou ruím perante ao mercado. Entender essas métricas vai ajudar você a estabelecer expectativas realistas sobre como definir seus objetivos. Analise seu histórico de rejeição, e veja se as suas expectativas estão de acordo com a realidade:

Médias de referência para a taxa de rejeição:

 

  • Sites de conteúdo: 40 a 60% de taxa de rejeição.
  • Sites de geração de leads: 30 a 50% de taxa de rejeição.
  • Blogs: 70 a 98% de taxa de rejeição.
  • Sites de vendas em varejo: 20 a 40% de taxa de rejeição.
  • Sites de serviços: 10 a 30% de taxa de rejeição.
  • Landing Pages: 70 a 90% de taxa de rejeição.

Esses dados são para você ter como uma referência, quando for fazer sua própria expectativa, não são uma regra. Agora vamos ver o que devemos fazer para conseguir diminuir a taxa de rejeição e melhorar a “saúde” do site.

Como diminuir a taxa de rejeição do seu site?

 

1. Diminuir a taxa de rejeição é atrair o público certo

Muitas empresas se enganam achando que quanto mais pessoas visitarem seu site, mais resultados vão conseguir. Nem sempre é assim, pois não adianta nada ter muitas visitas e a maioria dessas visitas serem pessoas que não possuem interesse na sua empresa.

Veja aqui os 7 maiores motivos de abandono do seu site.

Palavras Chave:
Portanto, a primeira coisa a fazer é realizar um estudo de palavras chave. Você deve analisar as palavras chave certas para as páginas e conteúdos do seu site, elas devem ter muitas buscas e atrair as pessoas certas, ou seja, os seus possíveis clientes.

Otimização de SEO:
Você deve manter os conteúdos que são importantes, para atrair as visitas certas para o seu site, sempre bem classificados nas buscas orgânicas. Para isso você deve ter uma boa otimização do SEO dessas páginas para que elas sempre estejam bem ranqueadas.

Conteúdos para suas personas:
É muito comum empresas possuírem mais de uma persona, ou seja, mais de um tipo de cliente ideal. E você não vai querer perder uma dessas personas para seu concorrente, não é mesmo?! Então é fundamental criar conteúdos para cada uma das suas personas, para atrair todos os seus possíveis clientes.

Meta-description:
Todas as meta-description devem ser bastante atrativas e devem demonstrar muito bem qual é o conteúdo que a sua página possui. Para que visitantes vindos da busca orgânica não se enganem e acabem aumentando a taxa de rejeição. É sempre bom lembrar, que para otimizar o SEO, a palavra chave deve aparecer na meta-description.

Campanhas patrocinadas:
É muito importante prestar atenção nas suas campanhas patrocinadas, principalmente porque elas são investimentos em dinheiro. É fundamental analisar qual é o alvo da campanha, ou seja, saber para qual persona que a campanha está direcionada. E verificar se as visitas que estão vindo da campanha estão realmente de acordo com a persona a qual foi destinada.

2. Diminuir a taxa de rejeição é melhorar a usabilidade do site

Você precisa ter um site extremamente focado na UX (experiência do usuário), isso significa que os visitantes devem encontrar intuitivamente os conteúdos dentro do seu site. Para isso você precisa ter um tema bem estruturado, menus e sidebars destacados, deve possuir uma caixa de busca, entre outras coisas. E eu sinto lhe dizer, mas seus visitantes não pensam como você! Mesmo você achando que seu site está bastante intuitivo e com uma navegação fácil, é sempre necessário realizar testes para ver se seus visitantes estão com a mesma impressão que você.

Um bom teste para analisar a usabilidade do seu site, é pedir para um amigo ou familiar, que nunca entrou no seu site, buscar alguma página, ou apenas navegar livremente pelo site. Esse teste pode lhe mostrar detalhes que você ainda não tinha percebido.

Lembre-se sempre que seus visitantes possuem celular! O seu site deve possuir um design responsivo. Não ter um design responsivo hoje em dia é como ignorar 50% das visitas, pois saiu uma pesquisa da Google que mostra que praticamente a metade das buscas são realizadas através de smartphones e tablets.

3. Diminuir a taxa de rejeição é aumentar a usabilidade dos conteúdos

Faça com que os conteúdos do seu site sejam de fácil leitura e entendimento. Sem textos muito massantes e sem exagerar nas imagens também. É preciso fazer uma organização onde cada elemento possui um objetivo e são expostos de maneira moderada. Separamos algumas boas práticas:

  • Fontes grandes nos textos;
  • Titulos maiores ainda!
  • Crie conteúdo em tópicos, como bullets e índices;
  • Deixa sempre espaços em branco, para não desgastar a leitura;
  • Coloque imagens com objetivos claros e de fácil entendimento;
  • Organize cada um desses elementos de maneira sensível, sem desgastar a leitura do visitante.

4. Diminuir a taxa de rejeição é eliminar possíveis distrações

Otimize o tamanho do seu site. Diminua o tempo de carregamento do seu site, deixando itens como fotos ou códigos elaborados apenas quando necessário. Principalmente para dispositivos móveis, é muito importante possuir um site que seja bem leve. A internet móvel no Brasil é bastante lenta ainda, e muitas pessoas desistem de ver sites que demoram muito para carregar.

Não seja interruptivo! Não deixe que anúncios ADS distraiam seu visitante, coloque anúncios estáticos, tente evitar os pop-ups (a não ser que seja um pop-up muito bem pensado), e lembre que quanto mais anúncios, maior é o tempo de carregamento da sua página.

Outro ponto importante é sempre, sempre mesmo, deixar os links externos (aqueles links que direcionam para fora do seu site) para abrirem em uma nova janela. É praticamente um tiro no pé, direcionar o visitante para outra página sem ser em uma nova janela.

Reduzir taxa de rejeição é focar o site no seu cliente

Para entender melhor o seu cliente, sugerimos ler este texto sobre “Buyer Persona, o representante do seu cliente ideal”. Agora que você já conhece seu cliente, deixe bem claro para o seu visitante qual é o seu conteúdo. Pense assim, a primeira coisa que o visitante deve entender quando entrar no seu site, independente de qual página seja, é qual o objetivo daquela página.

Crie conteúdos focando em como você pode entregar a sua solução para os problemas da sua persona. O seu site deve ser focado na sua persona.

Parabéns! Se você leu até aqui, é porque você está realmente tentando melhorar os resultados do seu site e assim trazer mais resultados para sua empresa. Agora é com você. Não adianta apenas ler. Mais importante que ler é fazer.

Utilizando as dicas deste post, você entenderá na prática, como diminuir sua taxa de rejeição. Se você quiser saber tática avançadas para melhorar a conversão, sugiro que você leia este texto: Como otimizar sua taxa de conversão através de testes práticos

CTA-5-funil

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar