Growth Hacking no Brasil: absolutamente tudo o que você precisa saber

Rodrigo Neiva

O que é Growth Hacking?!!

Você tem escutado esse termo e não tem a menor ideia do que se trata?

Não se preocupe, Growth Hacking não é nada de outro mundo.

Na verdade, esse termo é tão incompreendido que você poderá encontrar várias definições na internet.

Escrevemos este texto justamente para que você não precise procurar mais.

Então, vamos lá?!

O que é Growth Hacking?

growth hacking

Vários conceitos foram divulgados e confundiram as pessoas.

É um marketing disfarçado?

É um título “gourmet” para aumentar o salário?

É o futuro dos produtos na internet?

“Calma… tô enrolando tudo” (as ávoresssesss) rsrs

  • Growth = Crescimento
  • Hacking = atalho

Então a minha definição para explicar o que é Growth Hacking para vocês de forma simples é: Atalhos de crescimento!

Mas crescimento de quê?

Você escolhe isso. Pode ser:

Vou te explicar melhor ao longo do texto!

Para Sean Ellis, o criador do termo em 2010, o profissional de Growth Hacker é uma pessoa cujo o foco é sempre o crescimento.

Todas as decisões que um Growth Hacker toma são com base em dados de crescimento.

Qualquer estratégia, tática, ideia, iniciativa é em busca desse objetivo.

O poder por trás do termo Growth Hacking é a obsessividade focada num único objetivo. Ignorando praticamente todas as outras coisa.

Essa obsessividade por crescer trouxe um grande número de métodos, ferramentas e melhores práticas que não existiam no marketing antes.

Growth Hacking é melhor do que Marketing?

growth hacking

Não! O Growth Hacking pode ser usado como uma estratégia auxiliar ao Marketing tradicional para proporcionar um crescimento acelerado.

O Growth Hacker (profissional de Growth Hacking) não é melhor do que o profissional de marketing.

Não é um substituto para o marketing tradicional.

A diferença é justamente o foco obsessivo no crescimento.

Claro que o profissional de marketing também tem foco em crescer, porém, quando falamos de Growth Hacking, esquece-se todo o resto e o único foco é no crescimento.

O marketing tradicional possui uma grande variedade de objetivos para focar.

Apesar desses objetivos serem valiosos, eles não são extremamente necessários no início de uma Startup.

Para o início de uma Startup, você não precisa de um profissional para gerenciar o time de marketing ou o time de vendas, também não precisa de desenvolver um marketing estratégico para conquistar objetivos corporativos.

A fase inicial de uma Startup requer apenas um único ponto de extrema importância: Growth (crescimento).

A internet está redefinindo os produtos

growth hacking, o que é growth hacking, growth hacking inbound marketing, crescimento acelerado, growth hack, growth hacker

Você já notou quantos produtos você compra ou assina que não são físicos?

Netflix, Spotify, Dropbox, Cursos Online, Infoprodutos, o próprio Aulão Prático de Inbound e por aí vai…

A internet tem o poder de transformar produtos e serviços que antes eram físicos e hoje podem ser virtuais.

O profissional de marketing tradicional estudou e aplicou técnicas para aumentar as vendas de produtos tradicionais.

Por milhares de anos produtos eram bens físicos, hoje, podem ser um vídeo, um software, um eBook, ou seja, um conjunto de bits e bytes.

Um produto como o Facebook por exemplo, permite que você divulgue seu próprio produto dentro dele para que consiga atingir um público maior.

Produtos como o Dropbox permitem que você tenha armazenamento grátis se você convidar seus amigos.

O próprio Sean Ellis, foi um dos responsáveis pelo crescimento do Dropbox.

growth hacking, o que é growth hacking, growth hacking inbound marketing, crescimento acelerado, growth hack, growth hacker

Growth Hackers entendem o potencial que os novos tipos de produtos possuem de se espalharem e transformação isso em realidade.

A internet redefiniu a alavancagem das empresas

growth hacking, o que é growth hacking, growth hacking inbound marketing, crescimento acelerado, growth hack, growth hacker

Já pensou em ter receitas escaláveis?

Ou seja, aumentar o número de clientes, sem aumentar os custos?

Não foi a internet que criou o modelo de negócios escaláveis. Mas ela revolucionou e potencializou esse modelo.

Pense nas empresas tradicionais, que não utilizam a internet, elas produzem um produto ou serviço.

Essa solução que ela entrega a um cliente tem um custo que reduz sua receita.

Por exemplo, uma empresa de roupas, cada camisa que ela produz tem um valor X. Se ela vender 10x mais do que ela vende, seu custo de produção será 10x maior, não é mesmo?

Além dos gastos com a produção de roupas, existem os gastos com lojas físicas, funcionários, aluguel, água, luz, etc, etc, etc.

Agora pense numa empresa que também vende roupas, mas somente pela internet.

Ela terá gastos com o desenvolvimento do e-commerce, marketing digital, etc. Mas gastos muito menores do que uma loja física.

Se pegar o mesmo investimento necessário para uma abrir uma loja física e aplicá-lo na internet, esse orçamento bem trabalhado pode trazer resultados incríveis para a empresa.

Possivelmente, muito mais do que a loja física traria.

Agora pense numa empresa como o Uber.

A gigante startup americana já vale R$50 bilhões, mais do que a Petrobrás e a Vale.

Não produz os carros e nem tem motoristas contratados.

É uma plataforma que conecta o cliente ao fornecedor do serviço.

Conectar uma necessidade, a um prestador do serviço.

Existem diversas empresas que possuem um modelo de negócio parecido.

O próprio Google que conecta pessoas buscando uma informação, ao melhor provedor daquela informação.

Essa lista pode ser bem extensa:

  • Amazon
  • AirBNB
  • Spotify
  • Birchbox

Como essa lista:

growth hacking, o que é growth hacking, growth hacking inbound marketing, crescimento acelerado, growth hack, growth hacker

Clique na imagem para ver a lista completa.

Outras empresas gigantes, como o Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e outras redes sociais também só são possíveis por causa da internet.

Como funciona o Growth Hacking na prática?

Bom, até agora só falamos apenas teoricamente sobre o que é o Growth Hacking e como a internet vem mudando as empresas ao redor do mundo.

Vamos a um exemplo prático de Growth Hacking.

growth hacking, o que é growth hacking, growth hacking inbound marketing, crescimento acelerado, growth hack, growth hacker

Se você ainda não conhece, irá conhecer!

O AirBNB permite qualquer pessoa anuncie um quarto, uma casa ou apartamento que pode ser alugado por qualquer pessoa.

É uma ideia brilhante, muito bem executada, mas o Growth Hacking que impulsionou seu crescimento para mais de 190 países.

Eles utilizaram o Craiglist, uma espécie de páginas amarelas online usada por milhões de pessoas que buscam por acomodações nos Estados Unidos, para aumentar a quantidade de contatos.

Quando um usuário insere seu quarto no AirBNB, ele possui a opção de colocá-lo também no Craiglist. Aparecendo nos dois lugares e assim, aumentando a possibilidade do quarto ser alugado.

Dessa forma, o AirBNB conseguiu multiplicar sua base de contatos milhares de vezes, porém não foi tão simples como pode parecer.

Se fosse simples, muitas outras empresas iriam saturar o Craiglist com esse tipo de postagem duplicada.

O que acontece é que não existe uma API de integração no Craiglist., ou seja, não existe uma maneira fácil de empresas postarem automaticamente.

O AirBNB postou de forma manual todos os quartos?

Não. Para conseguir integrar os dois sites, eles pensaram como um Growth Hacker.

Utilizaram uma engenharia reversa para construir a plataforma do AirBNB de forma compatível com o Craiglist, sem ter acesso ao código.

Integrar APIs é fácil.

Engenharia reversa é bem mais complicado.

Com todo esse trabalho AirBNB conseguiu aumentar incrivelmente a quantidade de usuários.

O site de Craig Newmark não possui uma API justamente por não querer que esse tipo de coisa aconteça.

Após um tempo, eles conseguiram consertar essa vulnerabilidade e o AirBNB não foi mais capaz de realizar essa integração.

Isso serve como mais uma lição sobre Growth Hacking.

A maioria dos mecanismos de crescimento em alta velocidade do Growth Hacking tem um prazo de validade.

O AirBNB já sabia que não conseguiria manter a integração durante vários anos.

Para o AirBNB, mesmo tendo um grande trabalho para obter uma solução temporária, valeu muito apenas, pois o retorno foi muito bom.

Onde encontro Growth Hackers no Brasil?

growth hacking, o que é growth hacking, growth hacking inbound marketing, crescimento acelerado, growth hack, growth hacker

É possível encontrar vários grupos e empresas especializadas em Growth Hacking.

Alguns exemplos como o Growth Hack e Acelera Tech são focadas no crescimento de startups.

As próprias agências de Inbound Marketing precisam utilizar o Growth Hacking para melhorar os resultados entregues para os clientes.

Existem também empresas como a Supersonic que são especializadas em otimização nos resultados.

Como, o exemplo deste link, onde eles conseguiram aumentar em 662% o número de contatos de pessoas interessadas apenas com mudanças em uma única página do site.

Há também growth hackers, como o Vinicius Aguiari que dá dicas de Growth Hacking incríveis.

Outro blog interessante de acompanhar é o Vida de Startup, ele possui muitos posts relevantes sobre Growth.

O Growth Hacking só é possível quando entendesse muito sobre o negócio, mais ainda sobre o mercado e mais ainda sobre os clientes.

Além disso, a palavra chave para o Growth Hacker é testes.

Realizar testes e mais testes, analisando os resultados e buscando pela melhor oportunidade para alavancar os resultados.

Os hacks não são apenas para empresas e negócios.

Growth Hacking é o futuro dos negócios na internet?

growth hacking, o que é growth hacking, growth hacking inbound marketing, crescimento acelerado, growth hack, growth hacker

Será que Growth Hacking é o futuro dos negócios na internet?

Growth Hacking é uma tendência que está vindo forte para o mercado brasileiro e que pode sim nos dar pistas sobre o futuro das empresas baseadas na internet.

Atualmente nas empresas um time desenvolve o produto, outro time vende o produto.

No Growth Hacking, quem vende o produto precisa saber todos os mínimos detalhes dele, para encontrar oportunidades de crescimento.

Já aqueles que desenvolvem o produto, precisam pensar cada vez mais na experiência do usuário e usabilidade do produto.

Os papéis estão se misturando.

Essa mistura faz sentido, pois o crescimento é o combustível de qualquer empresa.

Sendo o combustível, todos os setores da empresa precisam pensar como Growth Hackers.

Os designers devem pensar no crescimento da empresa, pois nem sempre a beleza sozinha consegue novos clientes.

O time de suporte deve pensar como Growth Hackers, pois clientes insatisfeitos atrapalham o crescimento da empresa.

Futuro do Growth Hacking

Hoje, Growth Hacking é uma estratégia adotada quase exclusivamente por startups.

Mas muito provavelmente, essa estratégia começará a ser adotada em todos os tipos de empresa.

As startups são obrigadas a buscar alternativas como o Growth Hacking para crescer rápido, por causa da falta de recursos.

Se funciona com poucos recursos, já imaginou como funcionaria com muitos?

Quais técnicas de Growth Hacking você conhece?

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar