Como produzir conteúdos educacionais de qualidade para atrair mais alunos

Carol Zanoti

Muitos são os desafios para as instituições de ensino que querem se destacar da concorrência buscando práticas que consigam atrair a atenção do seu público. O investimento em conteúdos educacionais de qualidade é fundamental para conseguir atingir seus objetivos e captar cada vez mais alunos.

Neste artigo, você terá acesso a diversas informações e dicas que vão ajudá-lo a entender o poder do conteúdo para a sua estratégia de captação. Ao final, você também terá acesso a dicas preciosas para elaborar o seu plano.

Confira a seguir!

Por que investir em conteúdo educacional?

O marketing de conteúdo é uma das estratégias que mais crescem no país e no mundo. Para se ter uma ideia, segundo uma pesquisa recente, cerca de 70% das empresas brasileiras investem nele.

A razão é simples: usar informações relevantes é uma das melhores maneiras de engajar o seu público e cativá-lo.

Apostar em conteúdos educacionais de qualidade é fundamental para atrair o interesse de possíveis alunos, fazendo com que eles enxerguem na sua instituição a melhor solução para seus desejos e necessidades.

Ao usar seus canais de comunicação como veículo para a difusão de materiais ricos, feitos para responder a todas as questões das pessoas, você proporciona a elas a oportunidade de conhecer tudo o que a sua sua instituição oferece para formar um profissional de alta qualidade.

Como o seu conteúdo ajuda na captação de alunos?

Para poder atingir resultados satisfatórios, é preciso entender o papel dos conteúdos na jornada de quem busca uma universidade para se matricular. A principal preocupação é a formação educacional que permita construir uma carreira de sucesso, e portanto há um processo de pesquisa cuidadoso a fim de escolher o melhor curso, na instituição ideal.

No caso dos adolescentes, é comum que conversem com colegas, amigos e familiares  porém a internet costuma ser o principal canal para a obtenção das informações que serão a base de sua decisão. Caso a página de sua universidade apareça entre os primeiros resultados de pesquisa, ótimo, pois maiores serão as chances de que esse jovem clique e leia o material. Se o que leu interessou, ele provavelmente passará algum tempo buscando outras informações e compartilhando-a com sua rede de contatos.

Pode ser que um artigo o faça perceber que o curso dos sonhos é direito e ele dê uma olhada na sua página sobre o curso. Lá, verá que os professores são qualificados e os alunos parecem apreciar a experiência. Ele assina a newsletter e passa a receber outras informações e acesso a conteúdos educacionais cada vez mais ricos.

Ao final, quando optar por uma faculdade, o nome da sua instituição estará no topo da lista de preferências.

O exemplo que apresentamos acima representa um perfil de público bastante comum: o jovem a caminho da universidade. E o conteúdo oferecido é de extrema importância para que ele possa optar por uma instituição em particular.

A opção pelo uso de conteúdos educacionais é um diferencial de mercado precioso e que deve ser explorado na sua estratégia de marketing. Pesquise as questões, defina as palavras-chave, elabore o material de forma clara e objetiva.

Por fim, use os seus perfis e páginas em redes sociais para replicar o material do seu site, construindo uma audiência atenta e fiel, atingindo cada vez mais pessoas. Dessa forma, você ampliará a lista de contatos, gerará mais leads e, consequentemente, aumentará as matrículas. Eis a fórmula para o sucesso.

Conteúdos educacionais - interesse

Como produzir conteúdos educacionais de qualidade?

Agora, que já pudemos esclarecer a parte teórica, é chegada a hora de abordar aspectos mais práticos da estratégia. Separamos a seguir as principais dicas para que você consiga elaborar — e colocar em prática — o seu plano de conteúdo.

1. Crie personas

Quais os perfis do público que você deseja conquistar para o seu corpo discente? Quem são essas pessoas, como se comportam, quais as suas principais dúvidas, desejos e necessidades? As personas são representações semifictícias dos alunos que você deseja matricular.

No caso específico de universidades, as personas variam de acordo com cada área de conhecimento ou curso. Mas é provável que também existam perfis distintos, mesmo para quem busca uma mesma solução como um programa de MBA em gerenciamento de projetos. Esse é um curso que atrai tanto jovens executivos buscando crescimento profissional quanto profissionais mais velhos, já estabelecidos, e que precisam se renovar e reinventar.

Realize pesquisas periódicas para criar ou atualizar as personas da sua instituição e elabore conteúdos educacionais sob medida para elas.

2. Aborde temas de interesse para o seu público

A base do marketing de conteúdo está em dois termos: relevância e valor para o leitor, para assim conquistá-lo. Portanto, na hora de produzir cada material — e-books, artigos, vídeos —, mantenha os dois conceitos em mente. Descubra os termos e palavras-chave mais pesquisadas e aproveite cada uma delas na sua instituição.

Dependendo da persona para quem os conteúdos são produzidos, será necessário ajustar linguagem, tipo de CTA e abordagem do tema. Não tenha medo de produzir conteúdos parecidos, mas para personas distintas. Vale mais a pena reforçar temas interessantes do que produzir algo sem valor algum.

3. Aplique técnicas de SEO

A otimização para ferramentas de busca — Search Engine Optimization ou SEO — é uma ferramenta valiosa para os seus conteúdos. Ela é composta por diversas técnicas que ajudam o seu site a ser reconhecido e apreciado por mecanismos de busca.

Isso se reflete na posição que o seu site ocupa no ranking dos resultados, sem contar os anúncios pagos. Quanto mais próximo do primeiro lugar, maiores as chances de receber um clique e iniciar a jornada rumo à matrícula.

O ideal é contar com ajuda especializada para poder aproveitar ao máximo os alunos por meio de buscas orgânicas.

4. Invista em link building

Dentro de cada material produzido também existem ótimas possibilidades. O link building é uma ferramenta de SEO tão importante para conteúdos educacionais que merece atenção especial.

A inserção de links de qualidade faz com que o visitante tenha acesso a outros temas de interesse ou sobre os quais tenha alguma dúvida. Escolha cuidadosamente os termos-chave mais relevantes dentro de cada material e ofereça a possibilidade de expandir os conhecimentos do seu futuro aluno. Ao mencionar um curso específico em um artigo, por exemplo, faça um link para a página dele no seu site.

5. Produza conteúdos segmentados

Conteúdos segmentados são materiais produzidos sob medida para cada tipo de público (as suas personas, por exemplo). É uma forma de estreitar laços e aumentar a confiança das pessoas na sua marca e serviços. Você oferece relevância, valor e qualidade nas informações. Em troca, recebe mais dados para qualificar os seus leads.

Para descobrir o que disponibilizar, é possível fazer pesquisas e analisar os links mais acessados. Fique de olho nas visitas ao site e aos relatórios de disparo de e-mail marketing, percebendo padrões nos cliques. Perceba as preferências: quem lê o artigo X acessa Y, mas quem opta por A tende a gostar de B. Dessa forma, fica fácil perceber quais assuntos merecem maior atenção.

Agora é o momento de absorver todas as informações e planejar a sua estratégia para oferecer conteúdos educacionais irresistíveis! Pesquise e desenvolva soluções para aumentar cada vez mais o número de matrículas e, é lógico, de alunos felizes.

Quer saber como uma agência de inbound marketing pode ajudar você nessa jornada? Descubra agora!

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar